• Please note that we've updated the Mount & Blade II: Bannerlord save file system which requires you to take certain steps in order for your save files to be compatible with e1.7.1 and any later updates. You can find the instructions here.

se voce tem alguma pergunta este é o lugar

Users who are viewing this thread

majorbruno

Sergeant
Sempre acompanhei a série Mount & Blade, desde a época em que era apenas um jogo caseiro feito por um casal de programadores que nem sonhavam com a repercussão que seu jogo alcançou, se juntando com a distribuidora Paradox Interactive e a loja virtual Steam.  A última instalação da série avança alguns séculos na história e tem o nome de Mount&Blade: With Fire and Sword. MBWFS é uma expansão stand-alone, ou seja, não precisa de outro Mount&Blade para funcionar, basta instalá-la e você estará pronto para a guerra.
Com alguns séculos a frente, Mount&Blade: With Fire and Sword permite o jogador entrar em um mundo repleto de pólvora, mosquetes e algumas espadas. O jogo se inspira em um romance polonês intitulado With Fire and Sword, mas, mesmo assim, se mantem como seus antecessores e dá liberdade total ao jogador para fazer o que bem entender de seu futuro virtual.
O gráfico do jogo tem a mesma qualidade de seus antecessores, ou seja, não é lá essas coisas. Ele está em um nível aceitável. Mas em épocas em que Terraria e Minecraft são jogados por milhões de pessoas, gráficos parecem que não tem um peso tão grande quando o jogo oferece muita diversidade de jogabilidade e diversão, que é justamente o caso da série Mount&Blade.
Mount&Blade: With Fire and Sword, diferente dos demais, começa com um tutorial. Admito que fiquei felizmente surpreso com a presença das dicas, ainda mais quando se trata de um jogo tão complexo. O tutorial irá te ensinar o básico de movimentação e combate. Nele você irá encontrar um grupo de franceses sendo atacados por bandidos e você deverá ajudá-los. Com eles você deverá lutar contra um grupo de bandidos a pé e depois conseguir seu primeiro cavalo para enfrentar o próximo grupo de bandidos que irão atacá-los usando cavalaria.
Logo após o breve tutorial, uma surpresa. Você é “jogado” no meio do mapa com apenas uma dica para onde ir. Nesse momento pensei, “!? depois daquele tutorial bem feito o pessoal da TaleWorlds me jogou no meio do mapa com apenas uma pequena pista para seguir?”. Pois é, quando disse que o jogo dá liberdade aos aventureiros, realmente quis dizer liberdade, talvez até demais? Bom, depois de vagar e conversar com chefes de vilarejos, senhores de castelos, lentamente consegui ir completando suas missões até que consegui me aliar ao exército polonês.
Os combates de Mount&Blade: With Fire and Sword são muito mais difíceis que seus antecessores, com a adição de armas de fogo (que apesar de serem extremamente lentas para recarregar, assim como na vida real, são extremamente fatais.) ser morto é algo que acontece regularmente. Até que você consiga dinheiro para uma boa armadura, apenas um tiro é suficiente para fazer com que você desmaie e suas tropas tenham que lutar sem sua presença.
A campanha permite as mesmas coisas que os outros Mount&Blades. Você poderá montar seu próprio exército, conquistar e saquear cidades, tomar castelos em Sieges e até mesmo se tornar o rei de uma facção.
Além da campanha o jogo também oferece o modo multiplayer e um gerador de batalhas, onde você poderá escolher seu personagem e suas tropas assim como as de seu inimigo e entrar em combate com apenas alguns cliques.
Multiplayer de Mount & Blade: With Fire and Sword
O multiplayer de Mount & Blade: With Fire and Sword é mais complexo do que parece. Para dominar as táticas de batalha de ataque e defesa, cavalaria e mosquetes é necessário muita prática. Provavelmente a morte será o seu destino muitas vezes nas partidas online. Outro ponto que dificulta ainda mais o multiplayer é o fato de infelizmente não existirem servidores brasileiros dedicados (você ainda pode criar um com seus amigos), portanto, o ping médio que você pode esperar é de 150 pra cima.
Mesmo com estes problemas, uma vez que você pega o “jeito” do jogo, o multiplayer se torna bastante cativante e divertido. Existem diversos modos de jogo, como: Duel, Battle, Siege, Death Match, Team Death Match, Capture The flag e Cooperativo. Os modos Battle, Siege e Cooperativo são os mais jogados.
O modo Battle consiste em uma batalha neutra entre dois times que não possuem respawn. Uma vez que você morre, terá que esperar a partida acabar para poder jogar novamente, tornando este modo o mais realista entre as opções oferecidas pelo jogo.
O modo Siege é uma invasão de castelo onde um time defende e o outro ataca. Esse modo possui respawn diferenciado: enquanto o ataque leva em torno de 5 segundos para renascer, a defesa nasce em 30. Para vencer, a defesa deve segurar o castelo por 10 minutos e o ataque deve ficar próximo a bandeira principal, que fica no centro do castelo.
No modo cooperativo os jogadores deverão se defender de ondas de inimigos, que os atacam a cada 5 minutos. Cada vez as ondas de tropas adversárias ficam mais fortes e numerosas. Os jogadores podem comprar soldados e formar mini exércitos para ajudá-los.
Apesar de ser um jogo difícil de aprender e que pode deixar bastante gente perdida, se você pegar o jeito de Mount&Blade: With Fire and Sword, ele irá te render horas e mais horas de diversão e desafios únicos, uma vez que cada partida é diferente da outra. With Fire and Sword é um ótimo jogo, mas ainda acredito que o melhor da série Mount&Blade seja o Warband.
Pontos positivos:
Campanha com liberdade total de ações
Armas de fogo trazem um novo desafio a série
Novos modos de multiplayer
Pontos negativos:
A apresentação e menus continuam muito fracos
Falta de guias de objetivos pode deixar bastante gente perdida no jogo
Falta de servidores brasileiros influencia na diversão online
Gráficos desatualizados para o ano de lançamento


 
Top Bottom